Gretas do Tempo

videodança, caminhada sonora para dança
& instalação interativa
projeto artistico de Ivani Santana
parceria Sandro Canavezzi

Realizado com ologo_btca

GAPS IN TIME
screen dance, soundwalk & interactive installation

PARTICIPAÇÃO NO FIAC
PARTICIPATION IN FIAC

MEMÓRIAS DE UMA MEMÓRIA
série de videodanças
SCREEN DANCE

25 | OUT – 2 | NOV
Pátio do ICBA

MEMÓRIAS NO ESPAÇO
soundwalk = paisagem sonora para dança
SOUNDWALK FOR DANCE

25, 26 | OUT | 18h
Ponto de partida: Praça da Sé
(em frente ao busto do Bispo Dom Pero Fernandes Sardinha) Centro Histórico

sec_bas_esq_pre

Memórias de uma memória:
videodanças
Memoirs of a memory: screen dance

sec_top_esq_bra

A memória do bailarino e a memória da cidade foram entrelaçadas durante o processo criativo buscando uma sinergia entre os traços e reflexões dessas lembranças e aquilo que os arredores do Palácio Rio Branco nos oferecia quanto traços da história de Salvador. O quebra-mar da marinha, o Forte São Marcelo, o subsolo do Mercado Modelo, os jardins do próprio Palácio, o mar e a Praça da Sé tornaram-se cenários dessas memórias do corpo no conjunto de videodanças criado no projeto artístico GRETAS DO TEMPO.

Não apenas utilizamos a linguagem da videodança como também exploramos o corpo-sonoro de cada bailarino para construir a trilha de cada vídeo que deve ser escutado com fone de ouvido e, de preferência, com fones supra-aurais (aqueles que cobrem a orelha isolando parcialmente a audição dos ruídos ambientes).

Ver, escutar e perceber a dança por novos prismas.

The dancer’s memory was interwoven with the memory of the city during the creative process, thus seeking synergy between traces and reflections of those memories and what the outskirts of Rio Branco Palace offered us as traces of Salvador’s history. The Navy breakwater, Forte São Marcelo, the basement of the Mercado Modelo, the gardens of the Palace, the sea and the Cathedral Square – all have become scenarios in which body memories have been played out in the screen dances created by the artistic project GAPS IN TIME.

We not only used the language of screen dance, but also explored the sonorous-body of each dancer to build the sound track for each video, which should be listened to with headphones, preferably with supra-aural headphones (those covering the ear, thus partially blocking out ambient noise.)

To see, hear and perceive dance through new prisms. 

sec_bas_esq_bra

Memórias no espaço:
caminhada sonora para dança
Memoirs in space: soundwalk for dance

sec_top_dir_bra

Dando continuidade as pesquisas sobre percepção para criar dança, utilizamos o potencial das tecnologias de gravação de áudio para propor uma nova forma de apreciação e fruição, na qual a visibilidade e visualidade não são as condições prioritárias. Criamos um imaginário através de uma trilha sonora gravada com as vozes e as sonoridades do corpo dos bailarinos, os quais convidam o público para um caminhada em que contam sobre sua trajetória na dança. Um percurso que direciona cada participante para imergir em uma narrativa que entrelaça a realidade das ruas, edificações e paisagens da cidade com a imaginação ou inserção dos bailarinos ao longo desse caminho. Trata-se de uma outra forma de possibilitar intimidade entre bailarino e público, uma outra maneira de escutar, sentir e ver dança.

A caminhada sonora para dança acontecerá entre a Praça da Sé e o Palácio Rio Branco. De acordo com a narrativa escolhida, o trajeto poderá ocorrer pela Rua da Misericórdia ou pela Rua José Gonçalves, virando à direita na Ladeira da Praça em direção à Prefeitura e ao Palácio Rio Branco. O ponto de encontro será na Praça da Sé, próximo ao Cine Excelsior, às 18h, na frente do busto de Dom Pero Fernandes Sardinha, o primeiro bispo do Brasil, colocado para nos lembrar da Igreja da Sé destruída em 1933.

Continuing research on perception to create dance, we use the potential of audio recording technology to propose a new form of appreciation and enjoyment, one in which visibility and visuality are not priority conditions. We created an imaginary through a soundtrack recorded with the dancers’ voices and body sounds, an imaginary that invites the audience for a walk that tells it about the dancers’ trajectory in dance. A route that directs each participant to immerse him or herself in a narrative that weaves the reality of the streets, buildings and cityscapes with imagination or insertion of the dancers all along that path. This is another way to allow intimacy between dancer and audience, another way to hear, feel and see dance.

The soundwalk for dance will take place between the Cathedral Square and the Rio Branco Palace. According to the narrative selected, the path may run by the Rua da Misericórdia or through the Rua José Gonçalves, turning right at the Ladeira da Praça in the direction of the Town Hall and the Rio Branco Palace. The meeting point will be at Cathedral Square near the Cine Excelsior, at 6:00 PM, in front of the bust of Don Pero Fernandes Sardinha, the first bishop of Brazil, placed to remind us of the Cathedral Church that was destroyed in 1933.

Para participar do soundwalk o público deverá utilizar fone de ouvido para acompanhar uma das narrativas. Recomendamos utilizar fone de ouvido supra-aural (que cobre a orelha e isola os ruídos externos) para melhor compreensão das nuances sonoras.

Verifique no mapa as trajetórias da caminhada sonora. Cuide-se e não vai se perder.

sec_bas_dir_bra

Memórias no tempo:
instalação telemática interativa
Memoirs in time: interactive telematic installation

sec_top_esq_bra

A instalação interativa “Gretas do Tempo” se divide em três nichos. Esses nichos, que filmam continuamente e captam o som dos visitantes, são interconectados em rede, possibilitando uma conversação e interação entre eles. Essa interação se dá via sobreposições das imagens e sons capturados, que são distribuídos nos três nichos. A interferência de um nicho em relação ao outro se dá por meio de geração de gretas, fendas no tempo e no espaço, que conectam passado e presente, local e remoto. Além de funcionar como instalações interativas interligadas, esses nichos são transformados em uma performance pelos bailarinos do BTCA.

The interactive installation “Gaps in Time” is divided into three niches. These niches, which are filming continuously and capturing the sound of visitors to them, are interconnected online, thus enabling a conversation and interaction between them. This interaction occurs via overlapping the captured images and sounds that are distributed throughout the three niches. Interference of one niche into the other happens through the generation of gaps – cracks in time and space, connecting past and present, the local and remote. Besides acting as interrelated interactive installations, these niches are transformed into a performance by dancers from the BTCA.

sec_bas_esq_bra

Artistas
Artists

sec_top_esq_pre

Sandro Canavezzi Pesquisador em espaços interativos
Ivani Santana Artista e pesquisadora da dança
Shai Andrade Fotógrafa

sec_bas_esq_pre

GALERIA
GALLERY

sec_top_dir_pre

sec_bas_dir_pre

Ficha Técnica
Credits

sec_top_esq_pre

Projeto artístico GRETAS DO TEMPO
de Ivani Santana
foi realizado com o Balé Teatro Castro Alves

Curadoria Artística: Jorge Vermelho
Assessoria Artística: Ivete Ramos
Assessoria Executiva: Ana Paula Bastos de Oliveira
Núcleo de Pesquisa: Lícia Morais
Produção BTCA: Luiza Bocca

Produção: Catarina Gramacho e Carla Lucena

MEMÓRIAS NO ESPAÇO – caminhada sonora para dança
Concepção: Ivani Santana
Bailarinos:
Agnaldo Fonseca
Lícia Morais
Lila Martins
Paullo Fonseca
Rosa Barreto
Músicos:
Aline Falcão – escaleta
Ana Luisa Barral – bandolim
Indira Dourado – clarineta
Karen Silva – violino
Cristiano Figueiró – percussão

Programação de videomapping interativo: Cristiano Figueiró
Estudos sobre a cidade: Joaquim Viana
Criação e direção de áudio binaural: Ivani Santana
Montagem de áudio da soundwalk: Felipe André Florentino

MEMÓRIAS DE UMA MEMÓRIA – videodança e escultura coreográfica
Concepção: Ivani Santana
Bailarinos:
Agnaldo Fonseca
Lícia Morais
Lila Martins
Paullo Fonseca
Rosa Barreto

Criação e direção: Ivani Santana
Desenvolvimento de app para mídias móveis: Adiel Cristo
Paisagem sonora da videodança: Ivani Santana e Felipe André Florentino
Direção de Fotografia: Gabriel Teixeira
Montagem: Alexandre Marinho

Webdesigner: Nando Cordeiro

assinaturas_nova